quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Morte e vida norte riograndenses;

O Rio Potengi, o RIO GRANDE DO NORTE; a denominação tem vários erros históricos geográficos: 1) potenji, palavra indígena, se escreve com "j"; seria "g" se tivesse origem árabe (ver gramática portuguesa); 2) é um dos menores rios do RN; o maior é o AÇU que nasce no Estado da Paraíba com o nome de rio das piranhas,  com mais de 80% no RN; 3) não é "norte", e, sim, Nordeste; o Potengi tem 176 km, da foz em Natal té Cerro-Corá-RN, com 152 km em linha reta; a a fotografias são feitas em torno do rio e seus afluentes, a partir do AÇUDE Campo Grande em São Paulo do Potengi-RN.
O RN foi uma das Capitanias Hereditárias - 1.534, historicamente abandonada pelo seu donatário português e se limitava á área próximo ao litoral; Natal foi colonizada (habitada) em 25 de dezembro de 1.549; o RN é berço de duas tribos indígenas de destaque: os potiguares que ocupavam o litoral do RN, desde Touros até dentro do PB; Poti, depois Antônio Felipe Camarão, era seu Chefe quando os Holandeses ocuparam o NE, de Penedo-SE a Touros-RN; Antônio Felipe Camarão, batizado (cristão) na Espanha (a Espanha governou o Brasil de 1.580 a 1.640 com laços familiares com a família imperial portuguesa); Antônio Felipe Camarão foi nomeado Governador dos índios do Brasil com seu Palácio em Meretiba, municípios de Paudalho e Camaragi -PE, ainda hoje chamada de "aldeia"; Poti nasceu no bairro de Natal, hoje chamado de "Felipe Camarão", provavelmente em 1.611, já que durante as Batalhas dos Guararapes - Jaboatão-PE, para expulsar os holandeses ele tinha menos de 40 anos de idade;
A outra tribo indígena, também famosa, é os Janduís (ema pequena, ou sariema), que ocupavam o rio Açu e seus afluentes, desde o seridó-PB até Macau-RN, amigos dos Holandeses, a tribo indígena mais retratada (desenhada) e historiada pelos cientistas da Companhia das Índias, que tinha sede na Cidade Mauricéa, hoje, Recife-PE, governada pelo Conde João Maurício de Nassau Sigien, conde alemão a serviço da Espanha; Os janduís, cujo chefe na época dos holandeses se chamava Janduí, tinha pele clara, se comparada a outros índios brasileiros; Janduí viveu mais de 100 anos, amigo do Conde Nassau, viajando, à cavalo, de Açu-RN, a Mauricéa-PE, onde era recebido com toda pompa; Morreu antes das batalhas dos Guararapes - 1.648/49, sendo substituído pelo chefe Canindé; ATENÇÃO historiadores; CORREÇÃO: João Maurício de Nassau Sigien, Conde Alemão, a serviço da Companhia das Índias da Holanda e não da Espanha como erradamente citamos (acima); Educação ambiental científica também é ciência social, história, geografia.....