terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Educação ambiental.

A soma de duas agressões ambientais se torna solução; Na fotografia  2 agressões ambientais das atividades do homem se torna, por acaso, uma solução para a produção de alimentos para o gado no semiárido nordestino; no fundo uma várzea salinizada onde só nasce a árvore algaroba e a grama pirrichil; a algaroba trazida dos desertos da América do Sul para servir de ração para o gado do semiárido, planta estranha, invasiva no clima do semiárido, porém mais adaptada ao nosso clima e solo do que na sua pátria (endêmica); a gramínea de pequeno porte chamada pirrichil é provavelmente natural da área, mas só apareceu no Nordeste depois que o homem criou o salitre, particularmente nas várzeas e nas depressões do terreno; a algaroba, viçosas, já não produzem as vagens que alimentavam ao gado; as gramíneas pirrichil é aceita (por causa do sal no seu corpo) pelo gado bovino, mas pouco tolerável por outros animais herbívoros; como não se pode desenvolver qualquer agricultura nessas várzeas salinizadas, usou-se este local de salitre como depósito de lixo urbano,e provavelmente com grande quantidade de estrume de gado (e de gente), o que concorreu para o cultivo (ainda tímido, por falta de esclarecimento, orientação) de capim "elefante", gramínea que recebe esse nome devido o seu porte (semelhante a cana-de-açúcar), grande produção de massa orgânica, muito bem adaptada ao clima e solo do semiárido.