quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Educação ambiental.

Nas duas postagens anteriores vimos a mata atlântica, e a parte da mata atlântica, junto ao litoral RN - RS, chamada de Zona da Mata BR; Aqui está  a ponta da zona da mata em Ceará Mirim - RN; As principais características da zona da mata NE são os morros de argila massapê, marrom, avermelhado,  que não tem pedras, não tem lajedos; no RN esses morros podem ser um misto de argila e areia, de cor clara. Em Ceará Mirim - RN se ver morros com as duas características de solo; Mas uma característica comum em toda zona da mata NE é a oferta de chuvas  maior que 2.000L/m² ao ano (2.000mm= lâmina de água de 2 metros de espessura); consequentemente na junção entre dois morros da zona da mata há uma fonte de água, ou  riacho perenes; a zona da mata RN com  área de 2.000km² vai de Ceará Mirim RN à divisa com o Estado PB, vem sendo explorada com os plantios de cana-de-açúcar desde 1.650; hoje existe apenas a USINA  Estivas em Goianinha -RN, e poucos engenhos produzindo mel e rapaduras; Sabe-se que a vegetação, flora, tem tudo a ver com o equilíbrio ambiental - chuvas, solo, temperatura, umidade do ar e umidade do chão, ventos, evaporação de água; vimos que o volume de massa vegetal da zona da mata é de 1m³/m²; enquanto o volume de massa vegetal da cana-de-açúcar (da fotografia) é  10 vezes MENOR, e na colheita da cana (uma vez por ano), no corte da cana, o volume de massa vegetal ZERA, o que acontece durante muitos meses até que os troncos da cana de açúcar brota (fiação, brotamento) deixando a terra nua por muitos meses, exatamente no verão sem chuvas, secando o solo, e concorrendo para que todas as variáveis atmosféricas, naturais,  sejam alteradas; a consequência disto foi que a zona da mata NE começou a secar e morrer a partir de Ceará-Mirim; a maior parte das fontes de água (entre os morros) secaram; a maior parte dos riachos perenes são agora  temporários (água corrente na época das chuvas); o solo dos morros foi arrancado pelo arado do trator e pela erosão, principalmente na  zona da mata RN que tem morros de argila e areia; a oferta de chuvas na zona da mata RN foi reduzida para (média) de 1.000mm, ou 1.000L/m², AINDA a maior oferta de chuvas no RN; A zona da mata NE tem maior densidade demográfica do NE, aonde estão 6 capitais de Estados; É possível, sim, ressuscitar-se a zona da mata NE; a média de 1.500mm (1.000mm na ZM/RN) de chuvas da zona da mata NE é a mesma das regiões sul e Sudeste; nos 90.000km² da zona da mata NE pode-se capar e armazenar, sem fuga, sem perda, sem contaminação, água doce, pura, tal qual vem das nuvens, para abastecer os Estados RN-PB-PE-AL-SE e grande parte da BA, já que a BA tem 190.000 km² (Sul da Bahia) com a mesma oferta  de chuvas da região Sudeste. Para o governo e comunidade científica BR esta informação científica parece-lhes fantasiosa, ficção; Mas como é que eles vão negar que 1.500mm de chuvas, por ano, significam uma lâmina de água de 1.500mm (1,5m) de espessura; significam 1.500 litros de água por metro quadrado nos 90.000 km² da zona da da mata NE. Como NEGAR que 90% da água das chuvas precipitadas na zona da mata VÃO para o Mar. Como ESCONDER dsoriedem.blogspot.com,  Educação ambiental científica, presente diariamente em 4 páginas da Internet.