quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Educação ambiental.

Eu, o Rio; e o Homem; Vida e morte.
De acordo com o dicionário Básico Aurélio, da língua portuguesa, a definição de Rio, Riacho, cópia de outros idiomas, inclusive de Línguas mortas, a exemplo do grego antigo e do latim.
Rio: curso natural de água de extensão considerável, que se desloca de um nível mais alto para um nível mais baixo,aumentando progressivamente seu volume; considerar como partes do rio as nascentes, foz e margens;
Riacho: rio pequeno mais volumoso do que o regato e menos volumoso que a ribeira;
Entendeu? Por essa definição, em um dicionário, chega-se a conclusão de que o Homem é, por ignorância, o único Predador da Natureza, patente nesta falsa explicação, definição do que seja Rio.
O rio tem extensão considerável? considerável não é medida; Define-se um curso natural, fluxo de água corrente, como RIO, de acordo com o volume de água em movimento (correnteza) largura do leito, calha; O que seria do nível mais alto para o mais baixo? trata-se do relevo que contém o corpo do rio, cuja diferença de altura (COTAS) entre as nascentes e a foz, é preponderante para determinar a celeridade (velocidade) correnteza da água no leito do rio. Quando a foz do rio é no Mar, a cota é ZERO; há rios que desembocam em outros rios, em COTAS deferentes de zero, mas sempre menor que a cota das nascentes. Não é verdade que todo rio aumenta progressivamente o volume de água na direção da foz, já que a maioria dos rios depende do regime de chuvas, que por vezes acontece somente nas nascentes do rio (como é o caso do rio Nilo) e vai perdendo água à medida que se aproxima da foz. Também existem rios, a exemplo dos rios Tigre, Eufrates, Jordão que são alimentandos pelo desgelo das montanhas aonde nascem (nascentes). Também fazem parte do ri, a calha, leito, várzeas (2);
Riacho é rio pequeno? Então o que é regato; o que é ribeira, ribeirão, córrego.
Os rios são classificados em caudalosos, perenes e temporários; O rio São Francisco é permanentemente perene, e ocasionalmente caudaloso, quando em 2.001 sua vazão média, anual de água foi reduzida para 1/3 do normal; no final do Século 19 a vazão era de 3.000m³ por segundo; no final do Século XX a vazão anual estava reduzida para 2.400m³/seg, e hoje é MENOR que 2.000m³/segundo, mas o maior rio perene, e ocasionalmente caudaloso, GENUINAMENTE nordestino é o rio Parnaíba.
Rio temporário é aquele que em uma época do ano está sem água corrente no leito, não é perene o ano todo, mas sempre tem água corrente na época das chuvas; se o rio passa 3 ou mais anos sem ter água corrente no seu leito,  caso comum dos rios dos desertos da África, e nos desertos da América do Norte, e América do Sul, seria rio morto;
O rio da fotografia é o  POTENJI, que significa água de camarões ( que tem muitos camarões) palavra indígena tupi-guarani dos Potiguares do RN, como veremos na postagem a seguir.