segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Educação ambiental.

De dentro do automóvel se vê o pequeno pecuarista, sem terra, botando o seu gado bovino para PASTAR nas terras de um lixão; é comum o animal ser atraído para uma embalagem de plástico que tem odor de açúcar ou  de sal, ingerindo o plástico; também é o caso de caixas de papelão, materiais produzidos pelas indústrias de embalagens, mais abundantes nos lixões; na época das chuvas, como aconteceu recentemente nessa área do agreste RN, nasce pasto para alimentar o gado, e assim o animal tem opção para não ingerir plásticos, papelão, e até metais; no verão, sem chuvas, sem plantas verdes, come plástico, papel, e papelão - basta ter a cor verde das plantas.