sábado, 28 de setembro de 2013

Educação ambiental.

A Braseco ocupa uma área de 90 hectares na zona rural de Ceará Mirim, a 22 km do centro de Natal-RN; a cerca que contorna toda área não permite o acesso de animais de médio e grande porte; as pessoas só entram na área depois de identificadas e autorizadas; recebe resíduos urbanos de várias cidades, entre as quais Natal, São Gonçalo do Amarante e Ceará Mirim.
Certificado ISO 14001, internacional;
NBR 10005,10006,10007,  brasileiros.
A Braseco realiza trabalhos sociais nas áreas das cidades conveniadas, e dar suporte técnico quanto à coleta, seleção, reciclagem e destinação dos resíduos descartados nas atividades urbanas, já que, segundo nos foi informado, em aterro sanitário não tem borracha, plástico, papel, papelão, PVC, metais, terra, pedras, cerâmica, porcelana, madeira, excrementos, derivados de petróleo, venenos, ácidos - quer dizer: UTOPIA.
Os buracos escavacados no chão recebem uma manta de PVC de 2mm de espessura, forrando toda área, passando a ser chamada de "célula" onde vão sendo depositados os resíduos, até encher, quando recebe uma cobertura com manta de PVC, e sobre a manta da coberta, uma camada de cascalhos.
A célula recebe resíduos urbanos das cidades conveniadas, em caminhões basculhantes, cobertos com lonas,e no portão de entrada do aterro os caminhões são pesados, avaliado-se o volume da carga, mas sem qualquer seleção dos resíduos da carga, embora faça-se análise da emissão de gases pela queima de combustíveis fósseis (dos caminhões) dentro da área do aterro, que inclusive está junto da BR 406; a Célula permanece ativa, recebendo resíduos durante 2 anos, quando será definitivamente coberta com a manta de PVC, sendo inspecionada durante 10 anos, e queimando-se o gás metano, que é transformado em CO², menos agressivo.