sábado, 28 de setembro de 2013

Educação ambiental.

Dia 27 de setembro de 2.013 a Equipe dsoriedem.blogspot. com - Educação Ambiental Científica, deslocou-se até parte da região metropolitana de Natal-RN, compreendida por São Gonçalo do Amarante e Ceará Mirim, não só para conhecer o terro sanitário de Ceará Mirim, na área rural chamada Massaranduba, junto à BR 406, mas também outras formas de armazenamento de lixo urbano nessas áreas; Saímos de Riachuelo-RN pela BR 304, tomando a RN  064 em Santa Maria; na localidade Canto de Moça, Ielmo Marinho, tomamos uma estrada carroçável atravessando a zona rural de São Gonçalo do Amarante, com vários povoados, chegando a essa Cidade; em todo esse percurso, na zona rural, povoados, cidades,  o lixo é uma verdadeira bandeira - tudo igualzinho, fruto da mesma cultura: á céu aberto ou enterrado; de São Gonçalo do Amarante retornamos pela BR 406 buscando o "aterro sanitário de Ceará-Mirim;
Fomos recebidos no escritório local da empresa WWW.braseco.com.br   por Zilda Cavalcante do departamento comercial da empresa, que nos deu algumas informações sobre o funcionamento de um sistema de aterro sanitário, mas não tivemos acesso à área aonde se faz o armazenamento dos "resíduos" urbanos das cidades conveniadas com  a Braseco; outras informações colhemos da página da Braseco na internet: "aterro sanitário de ceará mirim", que também tem postagens de visitas e/ou inspeções feitas pela Universidade Federal no RN, IDEMA, jornalismo da Tribuna do Norte (Natal);
As fotografias postadas pela Braseco nessa página (citada) chocam-se frontalmente com as explicações técnicas que nos foram passadas, e há na mesma página, duras críticas ao serviço prestado pela empresa que administra o aterro;