segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Educação ambiental.

Mandioca, mandiocal; família Euphorbiaceae, gênero Manihot, originária da amazônia brasileira, de cujo tubérculo se produz vários alimentos e bebidas, mas no caso da mandioca da fotografia, em Quintururé, Bento Fernandes-RN, é para alimentação do gado; há uma gama de variedade de mandiocas, em duas classes básicas: mandioca brava, assim chamada por causa do cianeto que compõe o tubérculo, raízes, e a mandioca doce, também chamada de macaxeira, aipim,  tudo termos indígenas; A macaxeira pode ser ingerida crua, mas a mandioca recebe um processo de tratamento para extrair o veneno cianeto, que é a própria seiva; o processo consiste em ralar o tubérculo, espremer para sair a maior parte do caldo, botar no Sol para (secar)  evaporação; a massa resultando, farinha com fécula (goma) irá para um forno de pedras, tijolos, barro, aquecido onde a massa da mandioca é mexida horas e horas, até tirar todo o cianeto; A origem da mandioca é repleta de lendas, folclore, já que para o índio brasileiro não há separação entre a matéria e o espírito; é tudo natural, obra da Natureza, ou tudo é espirito - plantas, animais, doenças, Etc.