quinta-feira, 30 de maio de 2013

Educação ambiental.

Na primeira postagem de hoje, fotografia de hoje, 30 de maio de 2.015, mostramos o pasto exuberante, verde no semiárido, apesar das poucas chuvas; na segunda postagem mostramos a vegetação alta, árvores e arbustos, morrendo; nesta 3ª postagem de hoje a pequena serra exibindo árvores verdes, e no pé da serra vegetação rasteira verde; mostramos na segunda postagem que as plantas as árvores e arbustos morreram por que  o vegetal necessita de 1.825 litros de água doce das chuvas por m² ao ano; na segunda postagem a mata secundária  com  massa vegetal de 0,2m³/m², e aqui vegetação primária, com árvores  e arbustos variados de CERRADO, 0,3/m²; Atentando bem para a fotografia nota-se que pelo menos 20% da área dessa serra são constituído de lajedos impermeáveis, mas adentrando nessa área descobrimos que 60% da serra são cobertos de lajedos emergentes; se considerarmos toda área da base dessa serra pode-se concluir que a área ocupada pela vegetação, no chão, seria menor que 0,15 m³ de massa vegetal por metro quadrado; Os lajedos são impermeáveis, íngremes, fazendo com que toda água da chuva precipitada no lajedo escorra por gravidade para os troncos das plantas, o que significa dizer que as plantas recebem, nos troncos, o dobro da água das chuvas precipitadas na ramagem - caule, galhos, folhas; Não há mistério; A Natureza é regida por ciência EXATA. Sabe-se que as plantas colhem a água do chão, pelas raízes.