quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Educação ambiental cientifica;

Reservatório do poço tubular a catavento da postagem anterior escavado para o gado beber durante o verão; convém lembrar que nem mesmo em 2.012, quando a área recebeu menos de 200L/m² de água das chuvas, o gado aventurou-se beber esse lixo, principalmente por que tem outras opções onde o lixo tem menos contaminação, no caso 50 (ou mais) açudes dessa propriedade, fazenda, que embora não tenham tomada água das chuvas em 2.012, guardam uma lama (mais doce) do inverno de 2.011, quando todos os açudes passaram dias, e até meses sangrando, um excesso de água que corresponde a 20 ou mais vezes a capacidade de armazenamento dos açudes; como não há quem consuma o lixo do tanque (da fotografia) e a evaporação é insignificante na área (por conta da mata de algarobas e pelo fato do líquido ser grosso, pesado) a tendência é o tanque transbordar, lançando o lixo no leito do rio Camaragibe; Em 2.012 a área recebeu 180 litros de água doce das chuvas por metro quadrado, durante 100 dias, com intervalo entre duas chuvas de até 10 dias, de modo que quando a segunda chuva chegava, a água da primeira chuva já tinha evaporado; Isto nos dar outra lição, ensinamentos: A água veio, mas  fugiu; 180L/m² são 1 milhão e 800 mil litros de água por hectare (10.000m²), 1.800m³/hectare, ou 180.000m³ por km² de água doce das chuvas; captando-se e armazenando-se essa água doce pura, tal qual vem das nuvens, em qualquer lugar do semiárido - na praia, nos mangues, nas várzeas salinizadas, nas abas e nas chãs das serras, que não precisa de tratamento ou filtragem, daria para abastecer uma população de 180.000m³ : 20m³= 9.000 pessoas; Se a conta não estiver errada, e se a matemática não mente, a solução do NE só depende de simples cálculos aritméticos, um pequeno e definitivo investimento; A conclusão: o governo e seus técnicos insistem em açudagem poços artesianos, tubulares, um milhão de cisternas, transposição do lixo do RSF, por ignorar duas leis físicas matemáticas: 1) toda água da  Terra - açudes, rios, lagos, subterrânea, calotas, geleiras veio em vem das chuvas, já que a molécula de água H2O  foi formada unicamente na atmosfera; se é possível ter água diretamente das nuvens pra que buscar nos lugares errados? 2) reservando-se 3% do semiárido no tempo de La ñina, e 5 % no tempo de El ñino para captar e armazenar água doce das chuvas não haveria a seca; como não se sabe, com antecedência quando é tempo de um ou outro fenômeno climático, calcula-se tudo para maior - reservar 5% dos 890.000km² do semiárido para captar e armazenar água das chuvas, em milhares de projetos espalhados por todo semiárido;