sábado, 29 de junho de 2013

Educação ambiental.

ATO 4: A fogueira da noite de 28 de junho 2.013 está queimando até pela manhã de hoje; as troncos de juremas além de grossos, são cortados da planta verde, viva, exatamente para levar mais tempo para queimar; quando se coloca um corpo VIVO no fogo, seja corpo animal, ou vegetal, evapora TODA água do corpo que jamais voltará ao mesmo lugar, espaço; Toda matéria orgânica do corpo se transforma em fuligem, fumaça, cinzas e carvão; os minerais que integram o corpo (são de 13 a 50 nutrientes minerais) tem a estrutura alterada com os 300 graus centígrados do fogo; as fugueiras juninas são realmente um desastre ambiental  duradouro, sem precedentes, principalmente no Nordeste semiárido que tem o clima já  COMBALIDO.